• gallery-image

Eu sou o Maurício Barros e fundei a Dardanelos em 2015. Minha formação é na área de Comunicação. Sou jornalista pela PUC de São Paulo e mestre em Ciência Política pela USP. Tenho também uma especialização em Gestão e Liderança pelo Insper-SP, o antigo Ibmec. 

Comecei a trabalhar no Jornalismo ainda na faculdade, como repórter do diário Notícias Populares. Foi no NP que conheci os bairros e a vida de quem mora na periferia de São Paulo. Era o início dos anos 90. Não havia celular nem internet. O jornalista precisava ir pessoalmente até a notícia. Aprendi a conversar com as pessoas, olhos nos olhos. Aprendi a acreditar nelas,
a desconfiar delas, a checar o que diziam. 

Em seguida, trabalhei durante 10 anos com documentários jornalísticos. Texto, imagem, áudio, um universo riquíssimo. Reportagens de 20, 30 minutos, que eram verdadeiros longas-metragens televisivos, exibidos em emissoras como TV Globo, SBT, TV Bandeirantes, TVE Brasil. Nesse período, contei a história de padres ativistas na Amazônia, conheci o espírito vivo de uma guerra civil em Angola, mostrei o trabalho de antropólogos nas favelas cariocas, esmiucei até a relação de donos com seus bichos de estimação. Temas tão diversos, mas com algo em comum: o olhar mais cuidadoso.

É disso que sempre gostei.     

Voltei à mídia impressa para trabalhar com Esportes, mantendo minha predileção pelas narrativas bem contadas. Assim, cheguei a diretor de redação das duas principais revistas esportivas do Brasil, ambas na Editora Abril: a Placar, especializada em futebol, e a Runner’s World, sobre corrida, a maior publicação do segmento no planeta.  
   
Depois de doze anos em revistas, decidi diversificar minha atuação. Hoje, entre outras atividades, tenho um blog e sou comentarista dos canais ESPN. Falo também sobre esportes como colunista da revista VIP.  

Na Dardanelos, meu universo de trabalho vai muito além do esporte. Ao lado de parceiros especiais da área do design, da tecnologia e do texto, coloco essa experiência de criar narrativas a serviço de quem tem histórias para contar – pessoas, associações, empresas, instituições.